Já estamos no fim do mês, pertinho do meio do ano… ufa, já passou foi coisa, né? Já pulamos carnaval, comemos ovos chocolates, cumprimos metas, prazos, fizemos provas ou trabalhos grandes, etc. Finalmente está chegando a época de recarregar a bateria pra começar tudo de novo e passar por mais seis meses! Sendo assim, no post de hoje mostraremos como você pode descansar melhor! Pois de nada deitar no travesseiro e a cabeça continuar trabalhando a mil, né?
Essas dicas foram tiradas do site Mundo Simples, esperamos que goste!

1. Mantenha horários regulares:

Trate de levantar-se sempre no mesmo horário, não importando a hora que tenha ido deitar-se. Se você deita tarde na sexta-feira e no sábado para levantar-se muito tarde no domingo, com certeza na segunda-feira vai ter problemas no trabalho, pois no domingo à noite terá sofrido de insônia. Se viajar muito, tente conservar sua rotina e volte a ela logo que for possível.

2. Faça exercícios regularmente:

Basta vinte ou trinta minutos à cada seção de caminhada, jogging, natação, bicicleta, ou a prática de algum esporte, pelo menos 3 vezes por semana, e você alcançará sua meta de chegar à cama relaxado, tanto fisicamente quanto mentalmente. O melhor momento para realizar exercícios que sejam benéficos a um bom sono noturno é ao final da tarde e no início da noite, de preferênca de barriga vazia, ou moderamente forrada.

3. Cuidado com os estimuladores:

Os amantes do café, chá, chocolate e refrigerantes devem saber que os efeitos dos estimulantes contidos nestes produtos, mesmo que consumidos em doses mínimas, ainda estarão ativos em nosso corpo entre duas a quatro horas depois da ingestão. A ingestão de substâncias que contenham estimulantes, ao final da tarde ou durante a noite, vai contribuir para a diminuição da profundidade do sono, assim como para o aumento dos possíveis despertares Súbitos, aquelas acordadas súbitas sem volta.

4. Não fume:

A nicotina é ainda mais estimulante do que a cafeína. Os fumantes têm dificuldades para dormir; despertam com facilidade e têm fases de sono profundo mais curtas. Comprovou-se que o fumante aumenta sua qualidade de sono quando abandona o hábito de fumar.

5. Beba com moderação:

Embora o álcool seja o mais antigo e mais popular sinônimo do sono, deve-se ter cuidado com a quantidade e com o horário em que é ingerido. Muito álcool ao final da tarde retardará o sono; e muito álcool no jantar provocará sono precoce. Em ambos os casos, o ciclo normal será alterado e você terá imensa dificuldade para ajustá-lo depois.

6. Busque qualidade e não quantidade:

Seis ou quatro horas de sono profundo podem fazer com que você sinta-se melhor do que oito horas de sono leve e intermitente. Não se deve dormir mais do que o necessário. A medida será ponderada de acordo com sua sensação de bem estar na manhã seguinte. Se você sentir que recarregou adequadamente suas baterias com seis horas de sono, não será porque você dormiu pouco e sim porque dormiu o suficiente.

7. Se você tem problemas para dormir à noite, não durma à tarde:

Muitas pessoas têm uma inclinação normal para tirar uma soneca além da conta após o almoço e, sem dúvida, esse volume poderá aumentar com a idade. Mas, se o costume conspira contra seu sono noturno, quando sentir sonolência durante o dia trate de evitar dormir realizando alguma atividade física que estimule a pulsação durante dez minutos, isto acelera o metabolismo espantando o sono.

8. Deixe suas preocupações e planos para outro momento:

Antes de deitar-se escreva uma lista de coisas que deveria fazer, ou seus planos para o dia seguinte. Tal tarefa irá tirar do seu cérebro a responsabilidade de lembrar. Isso vai relaxar seu inconsciente. Se ficar discutindo seus planos e mentalizando todo processo, além de não conseguir resolvê-los, não será capaz de relaxar. Lembre-se de que seu cerébro conversa sozinho à revelia de sua vontade, por isso, essa lista de “pendências” por escrito tenderá a deixá-lo quieto, sem argumentos para continuar com seu debate solitário.

9. Não se deite após ter comido em excesso ou sem ter comido:

Se comer muito antes de deitar-se, seu sistema digestivo será obrigado a trabalhar demais. Talvez sinta uma sonolência agradável, mas logo será acometido por uma sensação de peso que não o deixará dormir bem. Por outro lado, se estiver fazendo dieta, não durma sem comer algo de baixa caloria. Não se pode tentar dormir quando se discute com o estômago. Todo tipo de incômodo orgânico ou físico contribui para o despertar súbito, e isso vai impedir que consiga entrar no estágio de sono profundo.

10. Desenvolva um ritual de sono:

As crianças lêem, escutam histórias ou rezam suas orações antes de dormir. Você pode escolher seu ritual: escutar alguma música, relaxar os músculos, tomar uma ducha ou ler um livro pode ajudá-lo a conciliar o sono. O importante é que, uma vez escolhido o ritual, este deve ser repetido todas as noites.

11. Tente criar um Ambiente agradável:

Um ambiente agradável é fundamental. Deixe o quarto bem escuro; evite lugares barulhentos e, se possível, regule a temperatura do lugar. É fundamental um bom colchão, assim como bons travesseiros e roupas de cama confortáveis; esse aporte fará uma grande diferença.

12. Atividades na cama:

Evite ler, falar ao telefone, trabalhar ou comer na cama. Ela não deve ser associada a outras atividades além de dormir. Isto garantirá um ato mecânico ao seu organismo. Toda vez que o inconsciente começa a decodificar seu ritual para dormir, seu corpo imediatamente funcionará para que tudo esteja de acordo.

13. Relaxamento muscular:

Atos como banho quente (pode ser de banheira), sauna, alongamentos e massagens relaxam os músculos, o que ajuda bastante o sono durante a noite. Preferível que tudo isso seja feito pouco tempo antes de deitar-se. Outra boa dica é um banho com chá de camomila ou capim cidreira. Nesse caso, será um banho ao modo antigo, na base da cuia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *