Mais um ano começando: novas metas, novos objetivos, novos sonhos… mas ta na hora de tirar da planilha e começar a realizar, certo? Por isso, nós do Instituto Albatroz que somos comprometidos em ajudar a todos a se sentirem bem e saudável resolvemos trazer algumas dicas para você!
*esse post é inspirado no post do site https://mude.vc/metas-objetivos-passos/

Dica 1: Antes de traça qualquer meta, delimite seus princípios!

Os Princípios que você escolher e hierarquizar vão influenciar as suas metas e objetivos. Por exemplo, o que você valoriza mais: estabilidade ou aventura? Assim que você escolhe uma opção, ela influencia no emprego que você escolhe, o lugar onde vai morar, as pessoas que se relaciona, onde você investe seu tempo e dinheiro.
Todos nós sabemos inconscientemente quais são nossos valores e princípios, mas poucos são os que colocam no papel. Então é isso que você deve fazer:

  1. Identifique os seus Princípios atuais, os seus valores pessoais, e os coloque em ordem de importância.
  2. Pergunte-se quais devem ser os Princípios necessários ou desejados para criar a mudança que você deseja e também os coloque em ordem de importância.

Com os seus Princípios listados, você está pronto para o segundo passo.

Dica 2: Visualize seu futuro

Como você se vê quando cumprir suas metas? Esse é um exercício de visualização, nesse momento, você ainda não precisará se preocupar em como chegará lá. Fique livre para imaginar como será a sua vida quando finalmente cumprir as suas metas e objetivos.

Dica 3: Defina a suas áreas de controle

Dependendo do contexto, assumimos o papel de pai, de mãe, de filho, de filha, de marido, de esposa, de estudante, de profissional, de professor, de atleta amador, de aventureiro, de jogador, de patrão, de empregado. Por isso é necessário definir suas áreas de controle. Isso serve para efeito de organização e também para mantermos nossas identidades sempre coerentes com os Princípios que definimos, com uma visão clara dos diferentes papéis que assumiremos ao longo do tempo.

Neste passo, simplesmente divida suas intenções de acordo com as áreas em que atua. Abaixo segue uma lista exemplificativa para você adaptar à sua realidade:

  • Aventuras
  • Casa
  • Carro
  • Cultura
  • Dinheiro
  • Diversão
  • Educação
  • Família
  • Saúde
  • Trabalho
  • Religião

A principal razão desse momento é para que você consiga identificar se as áreas da sua vida estão muito desequilibradas. Por exemplo, tem gente que possui dezenas de projetos profissionais, e nada na área de saúde. Assim, o desequilíbrio é facilmente identificado.

Dica 4: Trace as metas com cronogramas.

Traçar metas é o primeiro passo para transformar o abstrato em concreto. Ou seja “quantificar” ou “qualificar” seus sonhos: Quanto peso você quer perder? Qual carro vai comprar? Vai mudar para qual emprego? Qual visual vai abandonar e qual vai adotar? Que aventuras vai fazer?

Há muito tempo, especialistas em produtividade pessoal definiram que as metas devem ser Smart, palavra que significa “esperta” (em inglês), mas que também é um acrônimo para:

  • Específicas (Specifics)
  • Mensuráveis (Measurable)
  • Realizáveis (Achievable)
  • Relevantes (Relevants)
  • Com prazo definido (Timed)

Dica 5: Saia da Zona de conforto

Delimite desafios excitantes, saia da zona de conforto, isso irá gerar um ímpeto de conseguir tempo, dinheiro, contatos e energia física para vencê-los o mais cedo que puder. Essas “batalhas”  nos fazem dormir tarde e acordar cedo, nos fazem dar o melhor de nós mesmos, por superação, paixão, por vontade própria. O mais importante ao estabelecer um Desafio é encontrar algo que seja grande o bastante para inspirá-lo.

Dica 6: Mude os hábitos (ruins)

A maioria das pessoas foca nas ações quando tenta cumprir um objetivo, mas para a maior parte das metas você deve dar mais importância aos novos hábitos que precisa criar para chegar à visão de futuro que você planejou. Nosso cérebro tenta transformar qualquer atividade de rotina em um hábito, porque os hábitos permitem que nossa mente descanse um pouco.

Dica 7: Revise e reveja suas metas e projetos.

Para se manter firme nas suas metas e objetivos, você deve estar em contato constante com o que definiu. Pelo menos uma vez por semana, revise todos os seus Projetos e Desafios, verificando quais ações foram realizadas e quais foram deixadas para trás. A revisão semanal precisa ser um compromisso com data e hora marcada. Dessa forma, você pode ter noção se está no caminho certo!

A cada quatro ou cinco semanas, idealmente na primeira sexta-feira de cada mês, você deve – além de fazer a tradicional Revisão Semanal – executar uma Revisão Mensal mais ampla. É o momento de avaliar se os seus Princípios continuam os mesmos e com aquela mesma ordem de prioridade, se a sua visão de futuro ainda é interessante e se suas Metas Smart ainda fazem sentido.

Dica Final: Entre em ação!

One thought on “2019: que façamos nosso ano!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *